segunda-feira, 4 de maio de 2015

QUEM FEZ PARTE DO ANGEL MIX

CURIOSIDADES

Direção: Marcelo Zambelli, Márcio Trigo, Pedro Vasconcellos
Direção-geral: Roberto Talma
Período de exibição:16/09/1996 – 30/06/2000
Horário: 11h (1996) e 8h30 (a partir de 1997)
Periodicidade: de segunda a sexta-feira
Nascida em Santo André, São Paulo, Angélica é descendente de russos. Loira de olhos claros, teve seu rosto estampado em diversas peças e campanhas publicitárias. Em 1979, foi eleita a criança mais bonita do Brasil em concurso promovido pelo apresentador Chacrinha, então na TV Bandeirantes. Aos 13 anos, estreou como apresentadora do infantil Nave da Fantasia, da antiga Rede Manchete.

Angélica chegou a trabalhar como atriz antes de se consagrar como apresentadora. Em 1982, fez uma participação especial na minissérie Avenida Paulista, da Rede Globo, interpretando a personagem de Bruna Lombardi quando criança. Em 1991, deu vida à heroína Ceci da minissérie O Guarani, baseada no livro de José de Alencar e exibida pela antiga Rede Manchete. A apresentadora também fez uma participação na novela Um Anjo Caiu do Céu (2001) como Angelina, um anjo de 8 anos de idade.
A partir de dezembro de 2001, Angélica passou a comandar o quadro Video Game do programa de variedades Video Show (1983). A apresentadora também esteve à frente de outras atrações da TV Globo, como o infantil Bambuluá com Angélica (2000) e o reality show Fama (2002). Em 2006, passou a apresentar o programa de variedades Estrelas.
Paralelamente ao programa Angel Mix, Angélica continuou investindo na carreira de cantora, e muitas das músicas que gravava foram parar no programa.
Os personagens da turma da Garrafinha fizeram sucesso e foram licenciados por empresas de brinquedos, CDs, CD-ROMs, cosméticos e alimentos, sob a Globo Marcas.
FICHA TÉCNICA
1996
Redação: Chico Soares, Luis Carlos Góes, Valério Campos, Cláudio Lobato, Landa Pinheiro, Natália Grimberg, Luis Carlos Góes e Sérgio Melo
Figurino: Jorge Barcellos
Supervisão de figurino: Lessa de Lacerda
Cenografia: Mauro Monteiro
Produção de arte: Silvana Estrela
Assistência de produção: Gabriela Carletto, Mara Martins, Andréa Kelly, Mário Coordenação de produção: Fátima Queiroz
Gerência de produção: Maria Alice Miranda Viana, Sônia Goda e Penha Marques
Direção de produção: Mário Rogério Ambrosio
1998
Direção: João Alegria, Marcelo Zambelli e Alexandre Lannes
Gerência de produção: Maria Alice Miranda
Supervisão de texto: João Alegria e Flávia Lins e Silva
Redação: Claudio Lobato, Duba Elia, Fabiana Egrejas, Flávia Lins e Silva e Sérgio Melo
Produção de elenco: Nelson Fonseca
Coreografia: Caio Nunes
Cenografia: Keller Veiga
Figurino: Lessa de Lacerda
Caracterização: Suzana Lindoso
Produção de arte: Bia Noval
Efeitos especiais: Alcyr Barra
Computação gráfica: Paulo Badaró e Chico Mauro
Direção de produção: Guilherme Bokel
1999
Direção-geral: Rogério Gomes
Direção: Marcelo Zambelli
Diretor colaborador: Ulysses Cruz
Coordenação de criação e redação final: João Alegria
Redação: Celso Taddei, Duba Elia, Fabiana Egrejas, João Alegria, Iara Sydenstricker, Júlio Fischer, Lúcio Manfredi, Thelma Guedes
Produção de elenco: Nelson Fonseca
Coreografia: Caio Nunes
Cenografia: Keller Veiga
Figurino: Lessa de Lacerda
Caracterização: Suzana Lindoso
Produção de arte: Bia Noval
Efeitos especiais: Alcyr Barra
Computação gráfica: Paulo Badaró e Chico Mauro
Gerência de produção: Maria Alice Miranda
Diretoria de Desenvolvimento de Projetos: Roberto de Oliveira
Direção de produção: Guilherme Bokel
Direção de Criação: Carlos Manga
2000
Direção-geral: Roberto Talma
Direção de Angélica: Marcelo Zambelli, com colaboração de Pedro Vasconcellos
Direção da família e externas: Márcio Trigo, com colaboração de Pedro Vasconcellos
Redação final: Cláudia Souto
Figurino: Helena Araújo (dramaturgia) e Jorge Barcellos (Angélica)
Cenografia: Fumi Hashimoto e Alexandre Gomes
Produção de arte: Bia Brício
Maquiagem: Suzana Lindoso (Angélica), Vilma e Lia (dramaturgia)
Coordenação de produção: Ana Helena Brito e Silvana Gabardo
Gerência de produção: Jussara Oliveira
Direção de produção: Guilherme Bokel 

FONTES

Boletim de programação da Rede Globo, 09/1996 a 12/1996, 01/1997, 03/1997, 05/1997 a 08/1997, 10/1997, 12/1997, 02/1998, 03/1998, 06/1998, 04/12/1998, 07/12/1998, 11/12/1998, 12/12/1998; 16/12/1998, 09/01/1999, 02/1999, 03/1999, 07/1999, 10/1999, 11/1999, 03/2000; Centro de Documentação da TV Globo (Cedoc); Depoimentos concedidos ao Memória Globo por Angélica (20/12/2006) e Denise Bandeira (23/07/2001); “Chata e simpática” In: O Dia, 09/01/2000; CORRÊA, Elena. “Turma da Mônica agita a programação infantil” In: O Globo, 04/12/1998; “A stréia de uma veterana” In: O Globo, 11/10/1998; FERNANDES, Lílian. “Pelas mãos da fada madrinha” In: O Globo, 25/04/1999; FERRAZ, Silvio. “O duelo das poderosas” In: Veja, 05/071997; GAMA, Julio. “Globo muda programação infantil com ‘Teletubbies’” In: O Estado de S.Paulo, 11/01/1999; SOARES, Mônica. “A nova turma da boneca Garrafinha” In Jornal do Brasil, 15/04/1999; MAIOR, Marcel Souto; pesquisa Memória Globo. Almanaque da TV Globo. São Paulo, Editora Globo, 2006; MEMÓRIA GLOBO. Dicionário da TV Globo, v.1: programas de dramaturgia & entretenimento. Rio de Janeiro, Jorge Zahar Editor, 2003; BRAUNE, Rixa. Almanaque da TV. Rio de Janeiro, Ediouro, 2007; “Disputa acirrada pela criançada” In: O Dia, 20/02/2000; “Angélica não está mais só” In: O Dia, 19/03/2000; www.teledramaturgia.com.br, acessado em 27/12/2007; www.wikipedia.com.br, www.infantv.com. BR, www.letras.terra.com.br, acessados em 08/2010.