domingo, 8 de fevereiro de 2015

Livre-se das varizes

Cirurgião dá dicas de como prevenir varizes

Toda mulher gosta de mostrar as pernas, sobretudo nos dias quentes em que as saias e shorts vira quase que figurino obrigatório. Mas, além da vaidade, as varizes podem se tornar inimigas do seu bem-estar. Sensação de pernas pesadas, dores, queimação, cansaço e edemas ao redor do tornozelo são alguns sintomas das varizes, um problema que afeta 38% da população brasileira, sendo que o número de casos é muito mais frequente nas mulheres do que nos homens.

A explicação para isso pode estar nas alterações hormonais pertinentes às mulheres e, especialmente durante a gravidez, quando o aumento do útero dificulta o retorno do sangue venoso.
Outros os motivos também são apontados para a ocorrência de varizes são excesso de peso, o uso de anticoncepcionais, bem como terapias de reposição hormonal e algumas atividades de trabalho que demandam longos períodos em pé ou sentado. Além disso, a hereditariedade ainda aparece como fator preponderante para o surgimento do problema, pois a pessoa já nasce com maior propensão de dilatação das veias.


De acordo com Gilberto Narchi Rabahie, cirurgião vascular do HCor, as varizes aparecem quando as válvulas venosas - por onde o sangue retorna das extremidades do corpo para o coração - perdem a elasticidade e dilatam de modo a não conseguir mais cumprir sua função. O sangue passa, então, a refluir, o que provoca mais dilatação e refluxo, levando à formação de varizes. "Uma vez dilatadas, sua função fica comprometida e pode levar a sintomas como dor, cansaço, inchaço, peso nas pernas e cãibras, devido à retenção do sangue nestas veias com dilatação. Além destes sintomas, o paciente tem também um desconforto estético", explica.
 Nem precisamos falar que, do ponto de vista estético, as varizes criam limitações até mesmo na hora de escolher a roupa, já que as mulheres evitam modelitos mais curtos, evitando deixar as pernas de fora. No entanto, o tratamento das varizes é fundamental somente para a melhora estética, mas sim dos sintomas e, principalmente para evitar maiores complicações. "Hoje, existem as mais modernas tecnologias como o Laser Vascular, que torna a cirurgia de correção de varizes menos invasiva. Na cirurgia com Laser as veias não são removidas, mas cauterizadas, trazendo benefícios como redução do trauma cirúrgico, proporcionando excelente recuperação pós-operatória e o retorno às atividades habituais é mais precoce do que a técnica convencional", esclarece Rabahie.

O procedimento correto para quem tem varizes é procurar um cirurgião vascular, para diagnosticar qual é o melhor tratamento para o seu caso. Se houver alguma contraindicação ao procedimento cirúrgico, medidas paliativas podem ser aplicadas como uso de meias elásticas compressivas e medicações que melhorem o retorno venoso. As meias elásticas são uma ótima iniciativa pois servem para diminuir os sintomas e o inchaço. "As meias indicadas são as de média compressão e devem ser colocadas pela manhã antes mesmo de descer da cama, ou após um repouso de 5 a 10 minutos caso não as coloque antes de levantar", declara o cirurgião.

Algumas medidas podem ajudar a prevenir as varizes como a prática de exercícios físicos regularmente, ter uma alimentação saudável, evitar o sobrepeso, controlar o uso prolongado de hormônios, não fumar, elevar os membros inferiores sempre que possível e o uso de compressão elástica (meias elásticas). "Os fatores genéticos e hereditários não podem ser ignorados, pois são fatores que também influenciam no desenvolvimento de varizes", afirma o médico.
 Quer aprender algumas formas simples de prevenir as varizes e manter as pernas lindas? O cirurgião vascular dá algumas dicas:


  • Evite excesso de peso, adotando uma alimentação equilibrada;
  • Evite usar salto alto diariamente, pois eles atrapalham a circulação do sangue;
  • Antes de começar um tratamento com pílula anticoncepcional, consulte um médico e peça maiores explicações;
  • Não fique o dia inteiro na mesma posição. Se for inevitável, levante e ande, isso irá ajudar a liberar e estimular a circulação sanguínea;
  • Tenha cuidado com exercícios como a musculação ou a aeróbica de alto impacto, porque provocam uma maior tensão nos vasos e, por consequência, a sua dilatação;
  • Sempre que possível, deite-se com as pernas elevadas, para favorecer o retorno venoso, já que os pés ficarão mais altos que o coração;
  • Não fume, pois o cigarro é prejudicial a sua saúde e combinado com outros hábitos não saudáveis podem ocasionar as varizes;
  • Use meias elásticas;
  • Jamais trate as varizes sem o acompanhamento de um cirurgião vascular.